Uma breve autobiografia de Dulcelene Semedo

Esta foto representa o momento final da jornada de Dulce na Astronomia, a sua defesa na pós-graduação. Bem, o final até agora, pois ainda tem muita coisa boa para acontecer. Esta autobiografia, ou melhor, esta leitura realizada pela própria autora sobre o seu percurso em Astronomia traz um relato em primeira mão, de uma cabo-verdiana que foi atrás de seu sonho de ser uma astrônoma.

 

Em suas palavras:

 

O meu percurso em Astronomia

Por Dulcelene Semedo


Eu sempre gostei da Astronomia, desde bem pequena! Tive muita influência dos meus pais. A minha mãe levava-nos a observar o céu tanto à noite como durante o dia quando a Lua estava no céu. A minha mãe, mesmo sendo uma mulher que não sabe ler nem escrever, possui algum conhecimento de astronomia.

Em 1997 iniciei a minha carreira como Professora do Ensino Básico, sem formação específica. Com o passar do tempo, consegui fazer uma formação no Instituto Pedagógico, então Faculdade de Educação e do Desporto da Universidade de Cabo Verde. Posteriormente, iniciei uma licenciatura em Ensino de Matemática. Foi só no final dessa licenciatura que comecei o meu percurso, propriamente dito, na astronomia.

No término da referida licenciatura, queria desenvolver o meu trabalho de conclusão de curso na temática. Entretanto, devido a falta de profissional, na área, em Cabo Verde para orientar-me no desenvolvimento do trabalho, tive de procurar ajuda. Num belo dia, estando eu no Ministério da Educação, consegui falar com o actual Diretor de Recursos Humanos do Ministério da Educação e membro do Grupo Lusófono de Astronomia para o Desenvolvimento (PLOAD, na singla em inglês) de Cabo Verde, Adilson Semedo.

Ora, o PLOAD foi criado em 2015 pelo Gabinete de Astronomia para o Desenvolvimento (OAD) da União Astronómica Internacional (UAI), coordenado pela Rosa Doran do Núcleo Interativo de Astronomia (NUCLIO) em parceria com o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. Em Cabo Verde, o PLOAD é coordenado pela Professora da Universidade de Cabo Verde, Ivanilda Cabral.

Bem, o Adilson Semedo disponibilizou-se prontamente a ajudar-me. Passados quatro dias já estava em contato com a Astrónoma Brasileira, Patrícia Spinelli, também coordenadora do PLOAD Brasil. A partir dessa data até então foi “ouro sobre o azul”. Com a Patrícia Spinelli tive muito mais do que uma orientação. Tive a oportunidade de fazer, com ela, cursos sobre: 1) o sistema solar, 2) Stellarium, 3) uso das tecnologias em sala de aula, 4) cursos online de ensino à distância e muito mais. Aprendi a usar o LaTex, um editor de texto para físicos e matemáticos.

No decorrer do curso fiz a primeira viagem ao Brasil, e participei do curso de formação de professores na Universidade de São Paulo e da reunião anual da Sociedade Astronômica Brasileira.

Finalmente, em 2016 concluí a minha licenciatura com um trabalho intitulado “Ensino da Matemática Aplicado à Astronomia, uma proposta de atividade sobre a inclinação dos planetas do sistema solar”. Com isso, consegui fazer muitas atividades com os alunos e duas atividades com professores do Ensino Básico e Secundário.

No mês seguinte à data do término da minha licenciatura, iniciei à distância uma pós-graduação em Ensino de Astronomia na Universidade de Cruzeiro do Sul. Graças ao enorme esforço feito pela Patrícia Spinelli que identificou o curso mesmo antes de eu ter terminado a licenciatura, pagou do seu bolso cerca de 1/3 do valor total da propina do curso, disponibilizou-se a hospedar-me aquando a minha estadia no Brasil devido a minha condição financeira. Tive também grande apoio do PLOAD Cabo Verde.

Em maio de 2018, realizamos o projeto “Noites Estreladas em Cabo Verde” coordenado pela professora Ivanilda Cabral. Foram 3 semanas a realizar cursos de formação em astronomia para professores e alunos em 4 ilhas: Santo Antão, São Vicente, Santiago e Fogo. Participei como formadora juntamente com a professora Ivanilda Cabral, a Astrónoma Patrícia Spinelli, a Cientista Portuguesa Rosa Doran e o professor Santomense JoynTioló. O PLOAD comprou dois telescópios e fizemos várias atividades incluindo a observação do céu e do sol. Foi uma ótima experiência, além de formar outros professores, aprendi bastante com os colegas estrangeiros.

No dia 13 de Novembro de 2018 fiz a defesa do meu trabalho de conclusão do curso de pós-graduação com uma nota final de 9 valores em 10 possíveis, e estou no aguardo do diploma. Tornei-me assim a primeira aluna da Universidade de Cruzeiro do Sul a fazer uma pós-graduação à distância e a primeira formada a surgir da colaboração entre PLOAD Brasil e PLOAD Cabo Verde.  Além da defesa, participei na Semana da Astronomia do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), no Rio de Janeiro, da qual aprendi muito com os vários colaboradores do Museu.

Para a minha deslocação ao Brasil, no âmbito da referida defesa, contei com duas campanhas de financiamento colectivo geridas pela Patrícia Spinelli e com grande apoio da professora Ivanilda Cabral.

Aproveito para agradecer aos meus orientadores,ao Museu de Astronomia e Ciências Afins, à Universidade de Cruzeiro do Sul, a todos os que contribuíram nas duas campanhas de financiamento colectivo, enfim, ao PLOAD, por esta brilhante dinâmica do grupo, pela grande amizade existente no grupo, espírito de trabalho em equipa que fez com que a minha formação em astronomia fosse uma realidade.

Nós, membros do PLOAD, só podemos agradecer a perseverança da Dulce e que sirva de incentivos a outras e outros que queiram seguir este caminho. 

Atividade em Cabo Verde Apresentação na Semana de Astronomia do MAST Durante a Semana de Astronomia do MAST

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *